LIVRO VERÃO- PARTE 11



Meu pai concordou e disse “Alice tome cuidado, não vá sozinha, leve Jasper com você e se possível evite fazer bobeiras..” Minha tia riu e falou “Pelo jeito, não sou eu que estou encrencada, Leah e Arthur aprontaram de novo.. e Rose esta me contando..” Jacob interrompeu falando “Depois ela ainda me fala que não é imprinting!!” dessa vez ate seth concordou.

Fugindo um pouco do momento critico, percebi que minha amizade com Seth tinha voltado ao normal, era evidente que o queria sempre ao meu lado, mais não da mesma maneira que queria Jacob, era mais intenso, mas elevado, acho que naquele momento que estava ligada aos meus pensamentos..

Jacob pareceu que estava ligado a eles também, ele me olhou com um olhar profundo, romântico, como se quisesse fugir comigo, acho que todos perceberam nosso olhar e seth se levantou e foi ate a janela, senti sua tristeza e não podia fazer nada para ajudá-lo, minha mãe sentiu a agonia vinda de mim e falou em meus ouvidos “Você deveria se preocupar menos, estou preste a entrar em um colapso de nervosismo e você ainda pensa em mais problemas, tente se acalmar, um problema de cada vez..”

Eu compreendi e tentei evitar os pensamentos que pulavam entre Jacob e Seth.. depois de alguns dias, meu avô ligou para tia Alice que rapidamente ligou os celulares dos outros grupos e repassou o recado do meu avô “Agora é com você, tome cuidado, os vampiros antigos já sabem da existência de outros grupos que estão os eliminando, por favor não se precipite em nada, mantenha contado..”

Tia Alice se despediu do meu pai e de todos e disse “Da um beijo na minha sobrinha, diga que eu a amo muito e a todos vocês, há diga algo a Jacob.. para ele não esperar ate que os problemas se resolvam, para tomar uma iniciativa.. ele sabe do que to falando.. tchau, tenho que ir o grupo já deve ta me esperando..”

O telefone fez “bi..bi..bi” já estava desligado, meu pai deu os recados a todos e eu não agüentei, as lágrimas foram mais forte e criaram vida, comecei a chorar, impaciente pensando em Jacob, em seth o que eu estava fazendo com meu melhor amigo e claro em minha tia que estaria enfrentando algo desconhecido, colocando sua existência em risco por mim.. na agonia eu comecei a falar “Se houver uma próxima vez, não ficarei aqui sentada, só sentindo o desespero de não poder ajudar as pessoas que amo..”

Meu pai veio ate mim, se ajoelhou e disse “Todos nos estaremos em campo, caso houver uma próxima vez, isso prometo a você..” vi o pânico nos olhos de meu pai, Jacob para amenizar o clima, foi ate ao meu pai e o levantou, e disse “Ainda não é hora para você demonstrar desespero Ed. Sua familia precisa de você inteiro não pela metade.. e você sabe.. (nessa hora Jacob falou no ouvido do meu pai algo que o animou, e eu me perguntei, mais segredos?? Há não, não agüento!!)”

Não sei o que Jacob disse, mais vi meu pai rir e deu um soco no braço dele de leve, percebi que o clima já estava menos dramático, graças ao que Jacob falou ao meu pai.. e que um dia irei obrigar Jacob a me responder.. insistirei se for a necessário..

Não sei como estava a luta da minha tia naquele momento, foi ai que o telefone tocou e meu pai atendeu e disse “que foi Rose?? Alguma novidade?? A tia respondeu “não!!, mais ligue para saber se ai esta tudo bem..” meu pai disse que estava e a tia Rose começou a falar as novidade “Maninho acho que um romance novo, vai surgi entre nos, ontem Leah e Arthur discutiram de novo, na verdade eles vivem assim, e Emmett aproveita para fazer graça, acho que em breve, nossa familia vai crescer..”

Meu pai deu um riso, como o celular estava no viva voz, todos ouvimos bem o que a tia falou.. mas uma vez não consegui e olhou para Jacob e dessa vez ele veio ate mim, e passou a mão no meu cabelo e sorrio, Seth abaixou a cabeça e a mãe olhou com raiva para Jacob..

Nesse momento o pai disse “espera Rose estou captando um pensamento de Alice”.. por algumas horas ficamos todos sem se mover, dava para ouvir a três respirações, minha, de Jacob e de seth.. depois de um longo intervalo meu pai respondeu..

“Rose, diga para Emmett ir para volterra e ficar ao lado de Paul e Sam, acho que Carlisle vai precisar de apoio, ligue para ele e diga que Emmett esta a caminho e para Eleazar assumir a liderança em Volterra, pois ele vai precisar sair..” tia Rose disse “ok” e com pressa desligou..

Mas não demorou muito e minha tia Leah ajudou relatando o que tia Rose e avô Carlisle conversavam e a tia começou a falar imitando tia Rose “Carlisle?!?, Edward deu um aviso: Emmett esta indo para volterra para fortalecer seu grupo com Sam e Paul, pois você vai precisar se ausentar do castelo dos Volturi, você deve colocar Eleazar no comando, já que ele é o que esta mais por dentro, e se prepare pois a qualquer momento Alice pode ligar.”

Meu avô continuou com o celular ligado e começou a falar alto, para que todos ouvissem.. “Aro aconteceu algo diferente, não esperávamos por isso, antes que todos fiquem nervosos, todos estão bem, mais ouve mudanças nos planos, em alguns minutos Emmett meu filho ira se ajuntar a mim e aos meus dois filhos Paul e Sam, enquanto isso Eleazar assumira as coordenadas por aqui.”

Depois da declaração, o silêncio voltou a reinar, eu acabei adormecendo nos braços de mamãe, fazia exatamente 1 mês e 27 dias que as lutas estavam a tona, faltavam apenas 3 dias para o mês de julho acabar e eu mal havia dormido nesse período, sempre cochilava, era difícil dormi, quando as pessoas que você ama estão morrendo para te proteger..

Havia se passado exatamente 24h depois da ultima ligação quando o celular tocou novamente e era meu Avô (cada líder ficou exatamente com 3 celulares, 1 ligado ao meu avô, outra a tia Alice e outro a tia Rose- eles haviam combinado que nem um momento meu avô diria o nome de quem estava na outra lado da linha, por proteção) e ele disse “Emmett acaba de chegar, fico esperando notícias dos dois lados, qualquer novidade não excitem em me contar..” nesse exato momento o outro celular tocou e era tia Alice, o grupo da tia foi o que mais demorou ela passou 4 dias na Inglaterra, mas sabíamos que ela só iria parar quando descobrisse quem era o tal líder.

Meu pai sem perder tempo falou pro meu avô “Carlisle a Alice me ligando, já volto!” rapidamente meu pai largou o celular e pegou o outro “O que foi Alice? Você esta bem? Algo aconteceu..”antes que meu pai entrasse em colapso de preocupação, tia Alice respondeu rindo “Nossa Edward, calma, respira .. já estamos fora da Inglaterra, mais alguns lobos e vampiros estão esperando Carlisle no caminho, só para dar uma direção, o nome do líder é Ariel Lewis, não descobri muito, mais ele esta em uma cabana em uma aldeia saindo um pouco da Inglaterra, os lobos sabem onde é e vão levar Carlisle a ele, diga também que lhe desejo boa sorte, pois exterminamos quase todos, mais não sabemos se ainda restam muitos.. diga para que ele leve alguns dos vampiros que estão com ele, por precaução..”

Meu pai mal terminou de falar com a tia e pegou o outro celular “Carlisle!! Alice já saio da Inglaterra, você pode ir, o nome do líder é Ariel Lewis, ele esta em alguma aldeia no final da Inglaterra os lobos que estão no caminho vão leve-lo lá, mas tome muito cuidado, Alice disse que não sabe se ainda existem mais vampiros novos a solta, então leve alguns vampiros com você, se você quiser eu posso ir e encontrá-lo no caminho..”

Meu avô fez uma pausa de uma respiração e disse “Não é preciso, você ira ao encontro de Esme, pois acho que a luta esta quase ao termino e não vejo o porquê de todos estamos aqui, então Esme vai comigo e a deixo para que você vá e leve-la de volta, muito obrigado pela preocupação, mas não agüentaria perde-lo, há pessoas que precisam mais de você do que eu..”

Meu avô não deixou que meu pai falasse e desligou o celular, meu pai pegou o outro e discou para tia Alice “Carlisle esta indo, eu vou buscar Esme, Bella vai ficar com o celular, repasse tudo o que Carlisle argumentar, tudo!! Assim que chegar, Bella ira me dizer, tchau!”

CONTINUA ...

Comentários

Postar um comentário

Fale o que achou!!

Postagens mais visitadas