LIVRO VERÃO- PARTE 9


Segunda Feira, 10 de agosto de 2013..
Minha familia está em clima de paz e harmonia, mais para isso, foi preciso um pouco de luta e agoniação para que todos pudessem entender o significado de uma Familia o qual tem o sobrenome União.

Esses dois meses que antecederam as lutas, todos aprendemos nos unir, unir por amor, por compaixão, por amizade e por fé. No último dia que escrevi aqui, relatei que meu avô já estava de partida com seu grupo, e logo em seguida tia Rose com seus ajudantes e tia Alice foi logo após, essa ficou responsável de repassar tudo que ocorria aos demais grupos, e principalmente em volterra.

Meu avô deixou o telefone ligado quando chegou em Volterra, tia Alice estava com outro telefone, em algum lugar do mundo no qual nem um grupo sabia do local do outro, para que os Volturi não achasse ninguém (uma estratégia caso os Volturi resolvesse agir de forma incorreta!).

Tia Alice estava ao mesmo tempo com um fone no ouvido ligada em meu Avô, o outro estava ligado com meu pai, e tio Jasper relatava para tia Rose em outro telefone, e assim era o esquema. Quando meu avô chegou ao castelo, Aro e os demais da realeza, já o esperavam, o líder sem muita demora (Aro, lógico!!) começou a falar..

“Sinto-me honrado em tê-los aqui em meu castelo, sei que não pediria algo desse nível se não fosse muito grave, sem muitas delongas, o acontecido foi o seguinte, meu grupo de guarnição foi ate Inglaterra para identificar a existência desse infeliz clã, o qual se denomina Demon Clã, fomos surpreendidos por um ataque surpresa, que nos custou à existência de alguns de nossos lutadores, por isso, e apenas isso, peço que lutem ao favor da lei e prezem a existência de seus queridos seres humanos..”

Meu avô Carlisle o escutou e concordando disse “Estamos todos aqui para afirmar nossa aliança nessa luta (nesse momento segundo relatos do meu pai, ele disse que Aro havia levantado as mãos para o céu em um sinal de agradecimento) mais com algumas descrições..” Aro respondeu “Aceitamos de imediato o que você ira propor..” seu outro irmão Marcus disse “Tome cuidado meu querido irmão, estamos em um guerra e não podemos pensar em começar outra.”

Meu avô disse “Eu estou aqui como líder desse grupo, meus amigos aqui presente, concordaram com nosso acordo, por isso estou falando por todos.. Meu grupo se dividiu em três, cada um com seus respectivos lideres, mais só podemos entrar em ação quando nem um membro da guarda estiver em campo, vamos fazer isso por seqüência, primeiro meu grupo ataca, damos um intervalo de duas semanas, para manter o segredo e a instabilidade dessa batalha para os humanos, depois disso, sua guarda entra em ação, fazemos o mesmo intervalo, e depois desses dias, esperamos a repercussão, por fim meu ultimo grupo entra para a batalha final.. È isso que temos a lhe propor meu amigo Aro.”

Aro olhou para seus irmãos, como se disse-se “por mim tudo bem”, e eles fizeram os mesmo, esse começou a falar “Meu amigo Carlisle, concordo e assino onde for, só quero que nos ajudem, a partir de agora a Inglaterra e de seu grupo, não tem ninguém da minha guarda, todos estamos aqui, a hora que bem entender, pode começar..(nesse momento, Aro estendeu as mãos para que meu avô pegasse, mas com cautela, meu avô disse)..”

“Desculpe meu amigo, mas dessa vez estou protegendo a todos, não apenas minha familia, mais meus amigos. Por conta agradeço seu entendimento..” Aro não falou nada e acenou com a cabeça, como se disse “pode começar”.. Meu avô pegou um dos telefones e discou para tia Rose e disse “Podem ir, me liguem assim que terminarem.”

ESPEREM.. OS PRÓXIMOS CAPÍTULOS ..

Comentários

  1. realmenta ta emocionante....qro mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa flor, esta guerra não irá ser muito turbulenta não, pois não gosto desta parte.Bjus

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Fale o que achou!!

Postagens mais visitadas