domingo, 23 de outubro de 2011

Dia de Domingo.. Dia de boas Leituras!!


Uma pequena historia retirada do livro: O alquimista. Do autor Paulo Coelho.

Certo mercador enviou seu filho para aprender o segredo da felicidade com o mais sábio de todos os homens.  O rapaz andou durante quarenta dias pelo deserto, até chegar a um belo castelo no alto de uma montanha lá vivia o sábio que o rapaz buscava.

Ao invés de encontrar um homem santo, porém, o nosso herói entrou numa sala e viu uma atividade imensa: mercadores entravam e saiam pessoas conversava pelos cantos, uma pequena orquestra tocava melodias suaves e havia uma mesa farta com os pratos mais delicioso daquela região do mundo. O sábio conversava com as pessoas e o rapaz teve que esperar duas horas até chegar sua vez de ser atendido.

O sábio ouviu atentamente o motivo da visita do rapaz, mas disse-lhe que não tempo para explicar o segredo da felicidade, sugeriu que o rapaz desse um passeio pelo seu palácio e voltasse em duas horas.
_ Entretanto quero lhe pedir um favor completou o sábio entregando ao rapaz uma colher de chá onde pingou duas gotas de óleo. _ enquanto você estiver caminhando, carregue essa colher sem deixar que uma gota do óleo seja derramado.

O rapaz começou a subir e descer as escadas do palácio mantendo sempre os olhos fixos na colher, depois de duas horas retornou a presença do sábio, então o sábio perguntou lhe se ele tinha visto os tapetes e as persianas que estão na minha sala de jantar?
Viu o jardim que o mestre jardineiro demorou dez anos para criar? Reparou nos belos pergaminhos de minha biblioteca?

O rapaz envergonhado confessou que não tinha visto nada! Sua única preocupação era não derramar nenhuma gota de óleo que o sábio lhe avia confiado.
Pois então volte e conheça todas as maravilhas do meu mundo disse o sábio.
Já mais tranquilo o rapaz voltou a passear pelo palácio dessa vez reparando em todas as obras
Viu os jardins as montanhas ao redor, a delicadeza das flores, o requinte de com que cada obra estava colocada em seu lugar. De volta à presença do sábio relatou pormenorizadamente tudo que avia visto.
“Mas onde estão as gotas de óleo que lhe confiei?” perguntou o sábio.

Olhando para a colher o rapaz percebeu que as havia derramado.
‘’ Pois é este o único conselho que tenho para lhe dar. ’’ Disse o mais sábios dos sábios.
‘’ O segredo dá felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo, e nunca se esquecer das duas gotas de óleo na colher. ’’



Qual o segredo da felicidade para você?


Encontramos essa pergunta frequentemente em livros... Musicas... Filmes... E por incrível que pareça como podemos ver na historia acima retirada do livro O ALQUIMISTA, respostas são oferecidas a nós. Alguns acreditam nessas teóricas respostas, outros já creem que não sabemos o segredo da felicidade, enfim cada um oferece sua teoria em relação a esse então ‘’mistério’’ e cabe a nós decidirmos se  vamos refuta-las ou aceita-la em nossas vidas.

Acredite ninguém é digno de uma boa resposta se não for primeiramente autor de uma boa pergunta para si mesmo!

Aconselho a você que deseja saber qualquer resposta para perguntas do tipo ‘’ qual o segredo da felicidade’’ que procure a resposta dentro de você mesmo, consulte o seu livro das dúvidas, questione-se quando sentir-se perdido no mundo dos questionamentos, pois precisamos acreditar em nosso potencial de esclarecimento para construirmos uma base sustentável para nossos ideais.
Como prova de que as respostas estão dentro de dada um de nós, apresento para aqueles que ainda não conhecem o livro:


È com toda certeza uma excelente livro de psicologia aplicada que nos esclarece as quatro armadilhas da mente humana que bloqueia nossa inteligência:

·        Conformismo
·        Coitadismo
·        O medo de reconhecer erros
·        O medo de correr riscos

Armadilhas essas em que caímos todos os dias, e assim destruímos relacionamentos, acabamos com grandes oportunidades, nos negamos a enxergar a verdadeira beleza da vida, corroemos o ambiente familiar, nos aprisionamos onde deveríamos ser livres de qualquer limite, enfim ao cair nessas armadilhas nos maltratamos e maltratamos a vida.

Mas por outro lado temos os códigos da inteligência que precisam ser decifrados o quanto antes dentro de cada um de nós para evoluirmos como pessoas, filhos, pais, estudantes, parceiros, profissionais, enfim para evoluirmos a humanidade precisamos decifrar e usufruir dos códigos da inteligência:

·        Código do eu como gestor do intelecto
·        Autocrítica- pensar nas consequências dos comportamentos
·        Resiliência
·        Altruísmo
·        Debate de ideias
·        Carisma
·        Intuição criativa
·        O eu como gestor da emoção

Façam uma boa leitura deste livro, e depois uma boa leitura de suas vidas.



A União faz a força não é mesmo?! Então se você conhece um bom livro que irá nos ajudar a dar continuidade a esse artigo, envie para nós o nome do livro e suas observações, para que possamos demostrar em larga diversidade a importância de nos questionarmos para descobrir as melhores respostas sobre as nossas vidas.
Obrigada.
Por: Vanessa Jesuíno


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale o que achou!!